News
Carregando...

COM TROPAS, AVIÕES MILITARES RUSSOS POUSAM VENEZUELA



Em meio a um fortalecimento dos laços entre Caracas e Moscou, dois aviões da Força Aérea russa desembarcaram no final de semana no aeroporto de Maiquetía, nos arredores de Caracas.

As aeronaves, um avião de passageiros Ilyushin IL-62 e um avião de carga militar Antonov AN-124, transportaram uma autoridade de defesa russa e quase cem soldados, de acordo com informações das agências de notícias.

Um dos aviões, com a bandeira russa, estaria sob vigilância da Guarda Nacional.

Um site de rastreamento de voos mostrou que as aeronaves partiram de um aeroporto militar russo, na sexta (22), rumo a Caracas. Um deles, o de carga, já deixou a Venezuela neste domingo (24).

O general Vasily Tonkoshkurov, diretor do alto comando das Forças Armadas russas, além de uma carga de cerca de 35 toneladas de equipamentos militares, estava a bordo de uma das aeronaves.

Não está claro, ainda, o motivo da chegada dos aviões no país. O desembarque ocorre três meses depois de as duas nações realizarem exercícios militares em solo venezuelano, acontecimento classificado por Washington como invasão russa na região.

Contatadas, as autoridades venezuelanas e as russas não se manifestaram.

Rússia e China, principais credores da dívida externa da Venezuela, foram dois dos maiores aliados do governo do ditador Nicolás Maduro em meio à pressão internacional para que ele deixe o poder.

Os Estados Unidos impuseram sanções financeiras contra a Venezuela e sua estatal petrolífera PDVSA. No próximo dia 28 de abril, um embargo de Washington às exportações venezuelanas de petróleo entrará em vigor.

A administração de Donald Trump é um dos 50 governos que reconhecem o líder da oposição, Juan Guaidó, chefe do Parlamento, como presidente da Venezuela.

A colaboração militar entre Caracas e Moscou foi fortalecida desde o início do chavismo, com a compra de equipamentos e armas militares.

Na sexta (22), o presidente Jair Bolsonaro voltou a negar que o Brasil apoiará uma intervenção militar na Venezuela. “Tem gente divagando aí, da nossa parte não existe essa possibilidade de intervenção.” 


Portal Itiúba.Net | Por Folha de S. Paulo
Compartilhe no Google Plus

Sobre Portal Itiúba

Portal Itiúba.Net, o seu Portal de Notícias. Comente Nossas Postagens Logo Abaixo!