News
Carregando...

PASTOR É ASSASSINADO A TIROS DENTRO DE CARRO EM RIACHÃO DO JACUÍPE


De acordo com as informações, “Pastor Gilberto”, como era mais conhecido, foi alvejado por vários tiros de revolver, mas os criminosos não foram identificados. Ele estava dentro de um carro, que ficou cravejado de balas.
Imediatamente após os tiros, várias pessoas correram para o local, mas já encontraram o homem morto no banco do carona do veículo. Pelas características, o crime foi feito por vingança. “Pastor Gilberto” é pernambucano e passou a morar em Riachão do Jacuipe de alguns anos para cá.
Em fevereiro de 2013, uma equipe de policiais do estado de Pernambuco veio até Riachão do Jacuípe cumprir um mandando de prisão contra ele. Segundo informações da policia, Gilberto Gomes Evangelista é suspeito de ter cometido um homicídio neste estado. Naquela oportunidade, policiais pernambucanos, juntamente com os investigadores do SI (Setor de Investigação) e Policia Militar de Riachão, saíram em diligencia em busca do suspeito, que foi encontrado em sua residência.

Informações sobre a prisão

Gilberto não esboçou reação no momento da prisão e foi levado até a Delegacia de Policia Civil de Riachão, mas a todo o momento negou o crime sobre o qual era acusado. Na época, a policia não soube informar quando o homicídio aconteceu, apenas disse que os policiais vieram com o mandado expedido pelo Excelentíssimo Juiz Edílson Rodrigues Moura, e Gilberto foi imediatamente recambiado para Pernambuco, onde deveria responder pela acusação.
Gilberto era bastante conhecido em Riachão, onde já residia há mais de 15 anos. Em 2009, o mesmo implantou no bairro do Ranchinho um centro de reabilitação para viciados e usuários de drogas e bebida alcoólica. Em 2012 o “Pastor” se engajou na campanha política, trabalhando em carros de som e como cabo eleitoral da candidata Gleide Márcia. Ele também fazia parte de uma igreja evangélica da cidade, onde pregava.

O crime em Pernambuco

De acordo com as investigações, “Pastor Gilberto”, juntamente com seu irmão, assassinou  a tiros de revolver a pessoa  de nome Edivan, no bairro Cosme e Damião em setembro de 1997, e o motivo do crime, de acordo com o inquérito policial remetido a justiça, foi motivado uma denuncia da vítima a polícia que  o irmão do imputado de teria roubado seu veiculo.
Após consulta ao sistema de Informações de Segurança Pública- INFOSEG, os policiais constataram ainda que  Gilberto Evangelista também responde pelo crime de latrocínio no estado da Paraíba e a Policia Federal instaurou inquérito em seu desfavor por crime contra as telecomunicações (manter rádio pirata).  O acusado foi apresentado à delegacia de polícia em Petrolina, sendo recolhido ao presídio Doutor Edvaldo Gomes, onde permaneceu à disposição da justiça.


As informações são do site Interior da Bahia/Fotos: Hora da verdade.


Portal Itiúba.Net | Com Tel Silva





Share/Bookmark
Compartilhar no Google Plus

About Portal Itiuba

Portal Itiúba.Net, o Seu Jornal Digital 24 Horas Por Dia, 7 Dias por Semana, 365 Dias por Ano. Participe, Comente Nossas Matérias Logo Abaixo!

0 comentários :

Postar um comentário