News
Carregando...

Pindobaçu: Morta aparece em lista de beneficiárias com diárias em hotel pagas pela prefeitura


Uma lista contendo supostamente nomes de servidores ”fantasmas” que teriam sido beneficiados com diárias pagas para alimentação e hospedagem em um Hotel na cidade Pindobaçu, foi entregue ao Ministério Publico na última terça(04), para abertura de processo administrativo e inquéritos civil e criminal contra o prefeito Marlos André(PT).

Segundo o denunciante Gilvan Andrade da Silva, ex-secretário municipal de educação, o gestor no ano passado através do colegiado interno de licitações da Prefeitura deflagrou processo seletivo na modalidade de Pregão Presencial 020/2013, com finalidade de contratar empresa para prestação de serviços com hospedagem e refeições destinada aos prestadores de serviços e funcionários do município para suprir as necessidades das Secretarias.


Ainda segundo a denúncia, uma das licitantes e vencedoras do certame foi a empresa EDILENE VIANA DA SILVA DE PINDOBAÇU-ME, tendo como nome de fantasia ”POINT DA PICANHA” . Para Gilvan, a empresa estaria impedida de celebrar contratos com o município, por ser sua proprietária casada civilmente com o vereador Gilvan Gomes da Silva, o GIL DO CAJUEIRO.


A denúncia enfoca as notas de empenho de números 907/2013 e 753/2013, onde segundo o denunciante foi possível detectar atos de ilicitude usando nomes e documentos de terceiros, em detrimento do erário público. Gilvan Andrade, confirma na denúncia, que nas notas empenhadas e pagas, constam que diversas pessoas, e que na sua maioria absoluta, não mantém nenhum tipo de vínculo com a Prefeitura. Alguns dos moradores incluídos na lista moram a menos de 200 metros do Hotel.

Mulher de 91 anos e morta em 2013 incluída na lista de beneficiários.
O agravante também na denúncia, é o fato de na lista dos supostos servidores, aparecer o nome de ADELAIDE LAUDELINA DE JESUS, 91 anos, falecida em 21 06 2013. O denunciante declarou que a falecida jamais ocupou cargo na Prefeitura de Pindobaçu. 

Gilvan, autor da denúncia ainda deixou uma pergunta no ar. Teria ela, uma senhora de 91 anos, se hospedado no Hotel com todas as despesas pagas pela Prefeitura?

O ex- Secretário, colheu e juntou na documentação encaminhada ao MP, declaração assinada por moradores que atestam que não são servidores e jamais se hospedaram no citado Hotel.


Confira cópia da certidão de óbito anexada ao processo.




Fonte: Blog do Walterley Kuhin


Share/Bookmark
Compartilhar no Google Plus

About Portal Itiuba

Portal Itiúba.Net, o Seu Jornal Digital 24 Horas Por Dia, 7 Dias por Semana, 365 Dias por Ano. Participe, Comente Nossas Matérias Logo Abaixo!

0 comentários :

Postar um comentário